Banner 728x90-Biblia comentada

Dando fim a mania de gafanhoto

Números 13. 17-33

Por Portal Sermões em 19/06/2024 às 00:40:18

O Senhor falou a Moisés, dizendo: Envia homens que espiem a terra de Canaã, que eu darei aos filhos de Israel; de cada tribo de seus pais enviareis um homem, sendo cada um príncipe entre eles". [...] Também vimos ali gigantes, filhos de Anaque, descendentes dos gigantes; e éramos aos nossos olhos como gafanhotos, e assim também éramos aos seus olhos.

Introdução - A Bíblia tem um símbolo para aqueles que esperam no Senhor: é a ĂĄguia, uma ave forte, viva, corajosa, vencedora. O povo de Deus é como a ĂĄguia. É um povo forte, que vence as tempestades e conquista as alturas. Mas, existe um fato preocupante e o texto que lemos revela: hĂĄ pessoas no povo de Deus que não vivem como ĂĄguias, mas como gafanhotos.

Crentes que, ao invés de vencerem nas crises, estão cabisbaixos, tristes; que poderiam ser vencedores, mas estão sofrendo derrotas. Crentes que são príncipes, filhos de Deus, mas que se veem como gafanhotos. São como os dez espias de Israel, que não se viram como príncipes, mas como gafanhotos. Pense que asneira, um disparate: Deus fala deles como príncipes, mas alguns se portaram como gafanhotos.

Isso é um absurdo! Lemos aqui no v. 2 que Deus os chama de príncipes, de homens fortes, inteligentes, nobres! Mas também lemos no v. 33 que eles se veem, se enxergam, como gafanhotos. A história é a seguinte: Deus estava dando uma terra para o Seu povo, a terra prometida, Canaã. Então, antes de entrar na terra, o Senhor falou para Moisés (v. 2): "Envie alguns homens em missão de reconhecimento à terra de Canaã" (NVI). Esses homens seriam um de cada tribo de Israel, doze, portanto. E seriam príncipes.

Moisés, obedientemente, escolheu justamente esses, para que fossem conhecer a terra prometida e voltassem de lĂĄ trazendo um relatório do que viram, porque o relatório deles animaria o povo a conquistar aquela terra.

No v. 17-20 estĂĄ escrito: "Quando Moisés os enviou para observarem Canaã, disse: "Subam pelo Neguebe e prossigam até a região montanhosa. Vejam como é a terra e se o povo que vive lĂĄ é forte ou fraco, se são muitos ou poucos; se a terra em que habitam é boa ou ruim; se as cidades em que vivem são cidades sem muros ou fortificadas; se o solo é fértil ou pobre; se existe ali floresta ou não. Sejam corajosos! Tragam alguns frutos da terra". Era a época do início da colheita das uvas".

E eles foram! Ficaram quarenta dias por lĂĄ e foram quarenta dias de admiração, porque a terra era muito boa, era fértil, manava leite e mel (v. 25-29 – NVI). Até trouxeram os frutos da terra, romãs, figos, um cacho de uvas... e que uvas! O v. 23 fala que foi preciso dois homens só para carregar um cacho de uvas!

Mas na hora de concluir o relatório, dez dos espias disseram para Moisés e para o povo (v. 32-33): "A terra é boa, mana leite e mel, mas o povo de lĂĄ é muito forte... são gigantes, não podemos vencĂȘ-los".

Olhe o que disseram, v. 33: "...Perto deles nós nos sentíamos tão pequenos como gafanhotos" - NTLH.

Veja só: aqueles homens eram príncipes, eram nobres, mas se sentiram como insetos, como pequenos gafanhotos do deserto. SerĂĄ que falo esta noite para algum filho de Deus que se sente pequeno diante dos problemas da vida?

Oh! Filho do Deus Todo-Poderoso: o Senhor te vĂȘ como príncipe! Portanto, vocĂȘ é o que Deus diz que vocĂȘ é. Mas se o modo como vocĂȘ se vĂȘ é diferente do que Deus diz, isso é muito mal. Essa visão distorcida da realidade trarĂĄ prejuízos para vocĂȘ.

E como alguém pode saber se tem essa mania de se ver como gafanhoto?

Ah! Essa mania apresenta alguns sinais. Quem se vĂȘ como gafanhoto, quem tem essa mania, a mania da gafanhotice, apresenta o seguinte quadro:

...primeiro, tem:

FALTA DE FÉ NO PODER DE DEUS

Lemos no v. 31 que eles disseram: "Não podemos atacar aquele povo" (NVI). Esses espias duvidaram que Deus pode dar um jeito e aí, só enxergaram os obstĂĄculos.

Tiraram os olhos de Deus e só viram as circunstâncias difíceis, por isso começaram a se ver pequenos como gafanhotos! Quando vocĂȘ, na sua vida, começa a duvidar que Deus pode, isso é sinal de "gafanhotice" porque não crĂȘ no poder de Deus para derrubar gigantes, então se vĂȘ como um inseto, segundo sinal apresentado por alguém que se vĂȘ como gafanhoto:

COMPLEXO DE INFERIORIDADE

Uma parte do v. 31 diz: "...é mais forte do que nós". Ora, que as cidades que eles deviam conquistar eram grandes e fortificadas, era verdade, mas Deus é maior.

Que gigantes habitavam naquelas terras, era fato, mas Deus é maior! Todavia, eles se sentiam inferiorizados.

Complexo de inferioridade é outro sinal dessa horrível mania de se ver como gafanhoto.

...outro sinal disso:

PESSIMISMO

Lemos no v. 32 que dez dos espias espalharam entre os israelitas um relatório negativo sobre a terra que viram. Eles disseram: "A terra para a qual fomos em missão de reconhecimento devora os que nela vivem. Todos os que vimos são de grande estatura".

Olhe só: quando as pessoas se tornam pessimistas, elas passam a desprezar o que Deus dĂĄ. Deus estava dando aquela terra boa, abençoada, mas eles a chamaram de terra devoradora de gente... e começaram a semear o desânimo, falando negativamente sobre aquela terra.

Pessimismo também é sinal de gafanhotice.

...outro sinal desse terrível modo de se ver:

BAIXA AUTOESTIMA

Eles disseram, lemos no v. 33: "Perto deles nós nos sentíamos tão pequenos como gafanhotos" (NTLH). Outra versão diz: "éramos aos nossos olhos como gafanhotos" (ACF).

Eram príncipes, mas estavam se vendo como gafanhotos. De príncipes a gafanhotos, de filhos do Rei a insetos.

Irmão, quando vocĂȘ se olha no espelho, vocĂȘ deve aprender a gostar do que vĂȘ; se não, passa a ter problema de autoestima.

Eu conheço um homem que, ao perceber que ficava calvo, passou a pentear os cabelos do lado pra frente, formando uma franja pra esconder a calvície... autoestima fraca. Eu, me olho no espelho, me deparo com a mesma situação, mas digo: "Esse é o cara!"

A Palavra de Deus ensina que não devo me exaltar, mas diminuir também não! Mas quantos se veem como pequenos gafanhotos? Nada disso, valorize-se! VocĂȘ é filho de Deus!

...outro sinal do que chamo de gafanhotice:

VISÃO DISTORCIDA DA REALIDADE

Lemos no versículo 33 que os espias declararam: "...e, para eles, também parecíamos gafanhotos" (NTLH).

Os espias pensaram: "Eles são gigantes, nós somos pequenos; eles são fortes, nós somos fracos; eles são muitos, nós somos poucos; eles vivem em cidades fortificadas, nós moramos no deserto".

Ora, fizeram uma leitura apenas humana dos fatos, pois em nenhum momento consideraram o espiritual (o poder de Deus). E assim, começaram a se sentir menos do que príncipes, menos do que homens, menos do que gente – eles se viram como se fossem gafanhotos.

Irmão, podem surgir problemas gigantes a serem resolvidos em sua vida, situações medonhas que podem vir com tudo para afetar sua vida espiritual, seu dinheiro, sua saúde, seu casamento, seus filhos; qualquer gigante pode aparecer.

Mas vocĂȘ é filho de Deus! Essa é a realidade. Jesus disse que no mundo teríamos aflições, mas também disse que podemos ter bom ânimo (João 16.33). Aleluia!

Portanto, não distorça a realidade com uma leitura humana, porque aceitar isso é sinal de se ver como gafanhoto. Veja quantos danos são causados por essa forma de se ver...

Agora, devo dizer mais: crente que se vĂȘ como gafanhoto, além de causar danos a si próprio, também causa danos a todos na igreja, pois somos membros uns dos outros.

...primeiro prejuízo:

DESESPERO

Veja o capítulo 14.1: "Naquela noite toda a comunidade começou a chorar em alta voz" (NVI).

Os espias, que se viam como gafanhotos, provocaram medo e insegurança nos outros.

Crentes que se veem como gafanhotos, sempre pequenos, sempre sem condições para nada, colocam a comunidade em desespero. Surge um desafio e a conversa é: "Ah, não vamos conseguir. Somos tão pequenos como gafanhotos!" O povo entra em desespero!

Outro prejuízo:

MURMURAÇÃO

O versículo 2 diz: "Todos os israelitas queixaram-se contra Moisés e contra Arão". E a queixa era, versículo 3: "Por que o SENHOR estĂĄ nos trazendo para esta terra? (NVI).

Deus havia libertado o povo da escravidão no Egito, e agora, quando surge uma dificuldade, eles não lembram do livramento. Colocam-se a murmurar contra Deus. Se nossa comunidade ficar dando lugar à murmuração, é porque hĂĄ gente se vendo como gafanhotos entre nós. Que prejuízo!

...e disso surge outro prejuízo:

INGRATIDÃO

Eles dizem, versículo 2: "Quem dera tivéssemos morrido no Egito! Ou neste deserto!"

Ora, Deus tinha um propósito para eles, e eles estão falando em morrer. Que ingratidão para com Deus que os tirou do Egito. Estão sendo ingratos porque foram contaminados pela gafanhotice dos espias.

Outro prejuízo que isso produz:

BAIXAS NA MEMBRESIA

Lemos no versículo 3: "Não seria melhor voltar para o Egito?" DesistĂȘncias...

Por causa desses espias, o povo estava desistindo de caminhar, desistindo de crer.

Crente com pensamento de gafanhoto desanima os outros.

...e mais um prejuízo:

REBELDIA

No versículo 4 estĂĄ: "E disseram uns aos outros: Escolheremos um chefe e voltaremos para o Egito!"

Instigado pelos espias que se viam como gafanhotos, o povo passou a querer outro líder, alguém que os levasse de volta ao Egito. O versículo 10 fala que até cogitaram de apedrejar os líderes que jĂĄ tinham. Misericórdia! Veja como é danoso o crente se ver como gafanhoto.

Lemos no versículo 38 que: "De todos os que foram observar a terra, somente Josué, filho de Num, e Calebe, filho de Jefoné, sobreviveram".

Em 13.30, lemos que Calebe falou, bem diferente daquilo que os espias que se viam como gafanhotos falaram. Calebe disse: "Subamos e tomemos posse da terra. É certo que venceremos!" Ele estava se vendo como inseto? Que nada!

Pois Josué e Calebe entraram na terra prometida porque confiaram em Deus. Mas todos os outros ficaram no deserto, onde morreram. Irmão, Deus honra os que creem na Sua Palavra! VocĂȘ é príncipe e não gafanhoto. E jĂĄ é hora de começar a se ver conforme Deus vĂȘ! Amém?

MINISTRAÇÃO

Muitas vezes, diante dos desafios e das situações difíceis, alguns crentes se sentem pequenos.

Eles veem circunstâncias gigantes à frente e, ao olharem para si mesmos, não conseguem se ver como filhos do Deus Altíssimo... mas se veem como gafanhotos. Muitos dizem: "Ah! Eu sou o problema... eu não consigo nada... eu não posso nada... as bĂȘnçãos da promessa não são para mim... eu não mereço... melhor é que eu fique como estou".

Irmão, como diz uma canção do Ministério Toque no Altar: "Não podes pensar que este é o teu fim/ Não é o que Deus planejou/ Levante-se do chão!/ Erga um clamor!" Veja-se conforme Deus o vĂȘ.

Se, ultimamente, vocĂȘ tem se visto como um gafanhoto, pequeno diante dos desafios, sem condições para nada... hĂĄ trĂȘs princípios de Deus para arrancar essa visão do seu coração:

...primeiro:

VOCÊ NÃO É O QUE PENSA SER

Muitos crentes andam cabisbaixos, desanimados na fé, desistindo da luta, porque não sabem quem são nem o que tĂȘm em Cristo.

Por isso, pensam ser como insetos, quando na realidade são príncipes, filhos do Rei.

...segundo, filho de Deus:

VOCÊ NÃO É O QUE AS PESSOAS DIZEM QUE VOCÊ É

Talvez vocĂȘ tenha aceitado em sua mente uma palavra de maldição que alguém lançou sobre sua vida.

Talvez tenha guardado na memória uma palavra de fracasso que seu pai, mãe, marido, professor, patrão lhe disse, e a partir daí começou a cultivar um sentimento de derrota, de fracasso, a se ver como gafanhoto...

Mas, irmão, não aceite desgraça em sua vida. Reaja. Faça como a mãe de Thomas Alva Edison. Quando a professora mandou o menino de volta para casa, dizendo que ele era incapaz de aprender, aquela mãe não aceitou essa palavra de derrota na vida do filho, investiu nele, e Thomas Edison se tornou um dos maiores e mais brilhantes cientistas de todos os tempos. Filho de Deus, vocĂȘ não é o que as pessoas dizem que vocĂȘ é.

...e a terceira coisa, para arrancar de vez essa visão prejudicial:

VOCÊ É O QUE DEUS DIZ QUE VOCÊ É

Aquele que espera em Deus, que crĂȘ em Jesus e tem o Espírito Santo no coração, não é o que pensa ser, não é o que as pessoas dizem que é, mas é o que Deus diz que é. Aleluia!

E o que Deus diz que Seus filhos são?

Ah! Eu tenho uma lista aqui: VocĂȘ é escolhido e amado por Deus. VocĂȘ é uma nova pessoa, selado e batizado com o Espírito Santo. VocĂȘ é propriedade exclusiva de Deus, adquirido pelo sangue do Cordeiro. VocĂȘ é habitação de Deus, membro do Corpo de Cristo, e alguém que é mais do que vencedor.

Irmão, vocĂȘ é filho do Rei... vocĂȘ é o que Deus diz que vocĂȘ é.

Portanto, viva como uma ĂĄguia. VocĂȘ é um príncipe, não um gafanhoto! Aleluia!!

Fonte: Pr. Walter Pacheco da Silveira

Comunicar erro

ComentĂĄrios